Cooperadores (6)

Dia 19 de dezembro, sábado, a partir das 9:30, será realizada a Sessão da Saudade em memória do Acadêmico Paulo Maria de Aragão, falecido no dia 1º do corrente mês.

A solenidade será em auditório da Academia Cearense de Letras, no Palácio da Luz, ao lado da Igreja do Rosário, no Centro da Cidade. O quarteirão correspondente da Rua Sena Madureira é servido de três parques de estacionamento de veículos.

A Sessão da Saudade é um momento regimental em que se homenageia postumamente o acadêmico falecido, em que se declara vaga a sua cadeira, e se lhe abre oficialmente a sucessão.

Convocamos todos os membros da ACLJ, notadamente aqueles que privaram e conviveram com o confrade Paulo Aragão, bem como estão convidados todos os seus parentes e amigos.

A Diretoria da ACLJ

A Revista Histórica é o periódico eletrônico do Arquivo Público do Estado de São Paulo. Herdeira da versão impressa - esta publicada entre 2000 e 2005 - a revista online surgiu com a finalidade de oferecer um espaço para que pesquisadores das áreas de História, Arquivística, Arqueologia, Antropologia, Sociologia e demais estudiosos da área de humanidades divulguem suas produções, sobretudo se os artigos forem produzidos com fontes do acervo do Arquivo Público do Estado de São Paulo. 
A periodicidade da revista é bimestral. 

link: http://www.arquivoestado.sp.gov.br/historica/

Sábado, 01 Novembro 2014 17:35

ATELIÊ EUGÊNIA DÉSIRÉE #ateliedesiree_

ATELIÊ EUGÊNIA DÉSIRÉE #ateliedesiree_

INSTAGRAM #ateliedesiree_

Sábado, 01 Novembro 2014 17:31

REVISTA CORDIS

Revista Eletrônica de História Social da Cidade, vinculada ao Programa de Estudos Pós-Graduados em História e ao Departamento de História da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), é uma revista acadêmica, e temática, que se propõe discutir a História e sua integração com os diversos ramos do conhecimento. Nasceu do resultado das pesquisas dos integrantes do Núcleo de Estudos de História Social da Cidade (NEHSC) do Departamento de História da PUC-SP, ampliando-se para um intercâmbio nacional e internacional, resultando em publicações variadas, cujas temáticas são propostas a cada semestre, inserindo a História num diálogo amplo e dando-lhe o tom do transdisciplinar. Esses estudos não se fecham apenas à cidade de São Paulo, mas, ao contrário, se ampliam da Cidade Clássica à Cidade Contemporânea. Suas contribuições são excelentes possibilidades de ampliar o diálogo dentro da Historiografia Contemporânea. Em 2012, a Revista Cordis foi classificada como B3 no Qualis de periódicos elaborado pela Capes - área de História.

http://revistas.pucsp.br/cordis

Sábado, 01 Novembro 2014 17:28

GALERIA GRAVURA BRASILEIRA

A galeria Gravura Brasileira foi fundada em 1998 por Alberto Fuks e Eduardo Besen com a proposta de mostrar a gravura histórica e contemporânea em toda a sua diversidade com exposições temporárias e obras de acervo.Atualmente, a galeria é o único espaço de exposições no país dedicado somente à gravura com mais de cem exposições realizadas nos últimos 10 anos. Ao longo do tempo a Gravura Brasileira tornou-se um centro de referência ao promover exposições de artistas jovens e consagrados, palestras e lançamentos de livros de artista e álbuns de gravuras sempre em estreita colaboração com os seus artistas.A galeria recebe artistas, visitantes, galeristas e curadores de todo o mundo e mantém programas de intercâmbio com ateliês e instituições de outros Estados e países além de participar como convidada em feiras de arte (ArtFrankfurt 2003 e 2004) e em exposições internacionais (realizadas a partir de 2001 nas cidades de Amsterdam, Belize, Heidelberg, Paris, Cardiff, Nova Iorque, Havana, Washington, Oaxaca, Cidade do México e Berlim entre outras).Em maio de 2008 com a exposição “Azulada” da artista plástica Lygia Eluf foi inaugurado o novo espaço da galeria à rua Dr. Franco da Rocha, 61, Perdizes. O novo endereço conta com três salas de exposição e mais espaço para o acervo de cerca de três mil gravuras originais de artistas de todo o Brasil, Argentina, Alemanha, Canadá, Itália, México, Japão e Inglaterra.

http://www.gravurabrasileira.com/

Sábado, 01 Novembro 2014 17:25

SOCER - SOCIEDADE CEARENSE DE CIDADANIA

Trata-se de honraria criada por resolução interna da SOCIEDADE CEARENSE  DE CIDADANIA, lavrada em ata de em 12 de julho de 1998, e autorizada pelo próprio D .Hélder, num dos últimos documentos que assinou do próprio punho. A comenda ,hoje, incorporada ao NEHSC FORTALEZA, homenageou cidadãos de mérito nacional, como os que sofreram perseguições políticas por  convicções pessoais  ou pela defesa da democracia.

A  COMENDA D. HÉLDER CÂMARA distinguiu os nomes do Deputado Federal, cassado pelo movimento militar, Alencar Furtado, no salão nobre da Câmara dos Deputados, em Brasília (2001) e o do Cardeal emérito de S.Paulo e Grão-Chanceler da PUC/SP, D. Evaristo Arns no  auditório do Tuca, da  PUC/SP, (2002) palco de repressão estudantil nos anos de ditadura militar.

 

 

HISTORIADORA LUCIARA ARAGÃO, ADVOGADA VERA CARLI
E A HISTORIADORA YVONE DIAS AVELINO

 

 

 

 

 

PROPOSTA DO CIDADÃO - SOCIEDADE CEARENSE DE CIDADANIA – SOCER

ENTREGA DA 1ª. COMENDA D. HÉLDER CÂMARA - SALÃO NOBRE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS EM BRASÍLIA-DF

1ª. COMENDA D. HÉLDER CÂMARA - HOMENAGEM ALENCAR FURTADO

COMENDA D. HÉLDER CÂMARA

MENSAGEM DE D. HÉLDER AGRADECENDO A INDICAÇÃO DE SEU NOME PARA A COMENDA DA SOCER